Páginas

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Dicas - Festa em Casa ou em Buffet?

Como agora estou na fase de pesquisar coisas para festa, resolvi postar aqui algumas dicas para fazer festa infantil. Se você vai fazer uma festa de aniversário para o seu filho, a primeira coisa para decidir é onde: em casa ou no buffet? ( já decidimos isso e a festa do Gabriel será em casa! rs.rs.). A partir dessa decisão os preparativos começam. Tenha em mente quanto pode gastar e leia o texto abaixo para fazer a melhor escolha.
Essas dicas eu li no Blog Mamãe vai as compras . É um blog com muitas dicas sobre festas, modas, entre outras coisas. As dicas são bem legais!

Festa em casa
É com certeza a opção mais trabalhosa. Você vai ter que pensar em tudo: comida, decoração, diversão para a criançada e a limpeza depois da festa. Mesmo que você contrate todos os serviços, inclusive uma organizadora, sempre sobra alguma coisa pra você. Afinal, a casa é sua.
Mas a festa em casa não tem só desvantagem. Você não precisa ficar presa aoss horários 12h ou 18h dos buffets. A festinha pode começar, por exemplo, às 15 h e você não precisa se preocupar em servir almoço nem jantar, só petiscos. Outra vantagem é o custo, que costuma ser mais barato que no buffet. Quanto mais trabalho você tiver, mais barato fica. À medida que você vai contratando serviços e profissionais o preço sobe.
Mas não quero deixar você pensar que não dá para fazer uma festa em casa sem enlouquecer, se tudo for feito com antecedência e planejamento, dá para organizar a festinha no meio da vida louca que a gente leva.
Primeira coisa a fazer saber quanto você pode gastar e uma lista dos convidados. Faça as contas de quantos adultos e quantas crianças. E qual a idade média das crianças. A partir dessa lista fica mais fácil escolher a comida, bebida e o tipo de diversão que você vai ter que providenciar.
Comida:
Um boa opção é fazer os tradicionais salgadinhos: coxinha, bolinha de queijo, empadinha e cia. Mas você tem que pensar como vai esquentar e como vai servir.
Se você quiser inovar pode optar por um cardápio diferente como crepes ou pizza se a festa for no final da tarde.
O bolo e os docinhos:
Não existe festa de criança sem bolo e docinhos. Eles podem ser feitos em casa, que dá um trabalho absurdo, ou encomendados. A conta são 100 docinhos pra cada 35 pessoas. O bolo não precisa ser muito grande porque muita gente não come. Se você quiser pode até fazer um bolo decorado.
Bebidas:
Para as crianças: água, refrigerante e suco. Tudo em copo descartável. Faça a conta de 2 latinhas de refrigerante por criança e um litro de suco para cada 4 crianças.
Para os adultos: cerveja (4 latinhas por pessoa), ou vinho branco, caso deseje servir esse tipo de bebida (1 garrafa para cada 3 pessoas)
Algumas pessoas, por princípios, não servem bebidas alcoólicas em festas infantis. Cada um é cada um.
Para acomodar as bebidas, o melhor são grandes recipientes com gelo no sistema self-service. Lembre-se de colocar para gelar logo de manhã ou no dia anterior.
A decoração:
O mais comum é escolher um tema. Mas não é uma regra, você pode fazer tudo colorido sem ficar presa num personagem. Pode também usar fotos do aniversariante mesclada com balões para embelezar os ambientes. Bom, resumindo, você tem que pensar na decoração da mesa, entrada e os ambientes onde vão ficar os convidados. Nos ambientes e entrada que tal balões coloridos? É uma opção bonita e barata.
A mesa do bolo:
É o que dá mais trabalho. Exige um certo talento criativo. Você fazer você mesma comprando os itens numa loja especializada. Ou se você não tiver com vontade de pensar nisso, existem empresas de aluguel de mesas prontas. Muitas dessas empresas oferecem serviço completo de decoração. Mas é preciso analisar o custo benefício. Às vezes é melhor ficar só com a mesa mesmo.
Recreação e brinquedos:
Não é obrigatório, mas se não tiver nada para fazer as crianças vão ficar correndo por todos os lados derrubando tudo. Em outras palavras, proteja seu patrimônio. O mais comum é alugar brinquedos ou contratar uma
A música:
Festa sem música não dá. É a alma da festa. Se a festa for em casa é preciso ver se existem equipamentos necessários para tocar os CDs. Se não, é preciso providenciar. A seleção musical depende do mix de convidado. Se a maioria for adulta e bebes não há necessidade de musicas infantis. O ideal é gravar um CD ou mais com todas as musicas e deixar rolar. Ligar um ipod numa caixa de som também é tranqüilidade de não se preocupar em trocar o CD.
As lembrancinhas:
É uma tradição. As crianças já acostumaram a sair da festa levando uma coisinha. O mais prático é achar alguma coisa que sirva para agradar meninos e meninas de todas as idades. São infinitas as opções. Você pode encomendar ou fazer você mesma numa visitinha a Rua 25 de maço. Para não ter erro o melhor é produzir cinco a mais do que o número de crianças caso apareçam convidados surpresas.
Os convites:
Para as crianças é bom ter uma versão impressa. Para os adultos vale a versão on line. Também pode ser encomendado ou feito em casa. Vai do bolso. As lojas de artigos para festa tb oferecem convites com temas variados. É uma opção prática e barata. Outra boa idéia é fazer convites com desenhos do aniversariante.
As fotos:
É muito bom ter essa lembrança. Por isso, se você tiver condições financeiras, aconselho que você deixe isso por conta de um profissional. No dia tudo fica tão corrido que a gente esquece de registrar. Caso não tenha condições de contratar um profissional, a opção é optar pelos amigos e familiares para tirarem fotos durante a festa. Outra vantagem é ter fotos lindas para colocar no porta-retrato.


No buffet:
É como se você também fosse a convidada da festa. Você chega e está tudo pronto e vai embora deixando a bagunça. As desvantagens são: a falta de liberdade - todo aniversário é igual, e o preço é salgado. Uma festa não sai por menos de R$ 2.500,00. Isso num buffet pequeno. Se você for para um top de linha o preço passa dos R$ 4.000,00. Mas é ótimo não se preocupar com nada. Principalmente para quem trabalha muito. Apesar de tudo ser muito “engessado” dá para ter uma certa flexibilidade. Você pode fazer os convites e dispensar os do buffet e também pode levar os CDs que seu filho gosta.

Você pode escolher entre 12 às 16h ou 18 às 22h. Com variações de 12:30 às 16:30 ou 18:30 às 22:30. Ou de 13h às 15h ou 19hs às 23hs. O pacote geralmente é de 4 horas para 50 pessoas e inclui: convites, aluguel do espaço, o monitores, a comida (salgadinhos e doces), a bebida não alcoólica e a decoração da mesa com tema. Alguns também incluem o almoço ou jantar (uma massa simples com salada) e o estacionamento com os manobristas.
Os opcionais geralmente são:
· Bebidas alcoólicas
· Decorações mais elaboradas
· Lembrancinhas
· Opções de almoço
· Fotos e vídeo
· Teatrinho e outras recreações

Todos os itens opcionais pode ser contratados com outros fornecedores que não o buffet. Aconselho levar as bebidas alcoólicas que sai bem mais em conta.
As pessoas a mais são cobradas e o cada lugar tem um preço. Se a sua lista e maior que 50 pessoas o melhor é acertar antes um preço mais barato para as pessoas excedentes. Na maioria dos buffets as crianças só contam a partir de 5 anos.
Faça a sua lista e leve em conta que 30% do total de pessoas geralmente não comparecem.
Como conseguir um preço melhor.
Antes de sair fazendo uma peregrinação de buffet em buffet, faça um orçamento on-line no site de cada um. Quase todos têm esse serviço. Se não tiver mande um e-mail pedindo um orçamento. Informe quantas pessoas têm na sua lista, quais as opções de data e horários que você deseja fazer a festa e se deseja algum serviço extra.
Com esse orçamento na mão você pode fazer uma seleção menor e visitar apenas o que te interessou mais. Além disso, se você se encantar com algum buffet e o preço não for o melhor, leve os outros orçamento para ver se você consegue uma melhor negociação.
Outra dica para economizar é fechar a festa com antecedência. Além de você garantir a data escolhida, muitos buffets deixam pagar até a data da festa. Por exemplo: se você fechar a festa 10 meses antes do aniversário poderá pagar em 10 vezes ou mais. Outra prática comum entre os buffets é mudar a tabela na virada do ano. Por isso se a festa do seu filho é em fevereiro não deixe para fechar em janeiro, faça no ano anterior para pegar a tabela antiga.
Festas de segunda a quinta têm o preço melhor que no fim-de-semana.
Sugira algumas trocas no pacote. Não suporto mesas de balas. Sempre que o pacote inclui esse item, peço para trocar por um almoço melhor, com uma massa recheada, por exemplo.
O buffet ideal deve ter ar condicionado, gerador próprio, comida de qualidade, espaço e brinquedos adequados à idade da maioria do convidados. Isso eu estou falando de crianças e adultos. Se forem muitos adultos devem ter mesas suficientes para acomodar a todos. Se as crianças forem pequenas o espaço dos pais deve ser bem perto dos brinquedos para que eles ver os filhos. O ideal é um espaço único, sem cantos e andares com um lugar para trocar a fralda com conforto. Em relação aos brinquedos é bom ter uma piscina de bolinha, carrossel, escorregador pequeno. Alguns buffets tem espaço baby. Se as crianças forem maiores, tem que ter cama elástica, brinquedão com escorregador de tubo e espaço para correr. A comida é importante. Salgadinho gorduroso dá azia na certa. Todos os buffet devem deixar experimentar a comida. Alguns oferecem espontaneamente. Do contrario peça para fazer uma degustação. Você tem todo o direito.
O buffet providencia quase tudo. O que você vai ter que providenciar são apenas as lembrancinhas e as fotos. É bom também escolher a trilha sonora porque as dos buffets são sofríveis.
E depois é só curtir as 4 horas de festa que foram contratadas!

Um comentário:

Brasileira sem Chão disse...

gostei muito das dicas,estou pensando em fazer o aniversário do meu filho em casa tbm,sei q o trabalho é dobrado, mas com essas dicas dá pra aliviar o estresse...rs