Páginas

terça-feira, 31 de julho de 2007

XVI Semana Mundial de Amamentação – 2007


Entre 01 e 07 de agosto, será celebrada, no mundo todo, a Semana Mundial da Amamentação.

TODAS AS MÃES DEVEM AMAMENTAR OS SEUS FILHOS. ALÉM DE SER MARAVILHOSO AMAMENTAR; É ESSENCIAL PARA A SAÚDE DO BEBÊ.

Promover, proteger e apoiar o aleitamento materno é o objetivo da Semana Mundial de Amamentação, que foi criada em 1992 pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno. No Brasil, a campanha é promovida desde 1999. A XVI Semana Mundial de Amamentação acontece este ano entre os dias 1º e 7 de agosto, e seu slogan é "Amamentar desde a Primeira Hora, Proteção sem Demora".


Em 1990, o Brasil foi um dos países participantes de um encontro realizado em Florença, na Itália (Spedale degli Innocenti), promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em busca de mecanismos e ações que pudessem ser desenvolvidos para proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno.

Nesta época, foi produzido e adotado pelos participantes do encontro "Aleitamento Materno na Década de 90: Uma Iniciativa Global" um conjunto de metas chamado "Declaração de Innocenti", que resgatava o direito da mulher de aprender e praticar a amamentação com sucesso.

Em 14 de fevereiro de 1991, após o encontro organizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), foi criada a Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno - WABA (World Alliance for Breast-Feeding Action), com o objetivo de interligar as diferentes organizações que já promoviam o incentivo ao aleitamento materno e desenvolver ações de PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E APOIO AO ALEITAMENTO acordadas na Declaração de Innocenti.

A Semana Mundial da Amamentação (SMAM) é uma iniciativa da WABA, criada em 1992 com o objetivo principal de mobilizar a sociedade num mesmo período em torno de um tema estabelecido, promovendo ações de incentivo ao aleitamento materno no mundo inteiro. Mais de 120 países comemoram a SMAM, sendo os materiais informativos traduzidos em 14 idiomas.

No Brasil, desde 1999 essas ações são coordenadas pelo Ministério da Saúde (MS) juntamente com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). O tema central desde ano, definido pela WABA, é a importância do contato entre a mãe e o bebê, e o início da amamentação logo após o parto.
Os profissionais da saúde enviaram sugestões para o slogan da campanha no Brasil. O site Aleitamento.com, de responsabilidade do Prof. Dr. Marcus Renato de Carvalho, iniciou uma consulta pública com 3.418 participações. Com 64,39% dos votos, o slogan vencedor é "Amamentar desde a Primeira Hora, Proteção sem Demora", sendo adotado pelo MS e SBP para a Campanha de 2007.

Os dados mundiais apontam que, entre as 10,9 milhões de mortes de menores de cinco anos de idade, quatro milhões ocorrem durante o primeiro mês de vida.

Estudos recentes apontam que, se todas as mulheres iniciassem a amamentação na primeira hora de vida, cerca de um milhão de mortes poderiam ser evitadas.
Iniciar precocemente a amamentação traz benefícios tanto para o bebê como para sua mãe. Confira alguns deles:

- O colostro fornece a nutrição de que um recém-nascido necessita, além de ser a primeira forma de imunização;
- Ajuda a mãe a produzir leite suficiente para a próxima mamada;
- Favorece o estabelecimento do reflexo de sucção do bebê, que é muito forte na primeira hora;
- Auxilia na prevenção da hemorragia pós-parto;
- Propicia o contato pele a pele e o calor que o bebê necessita nesta fase, particularmente o pré-termo;
- Beneficia, em especial, o bebê de baixo peso, que corre mais riscos de morrer e necessita de mais apoio para realizar uma sucção efetiva.

Para que esta meta mundial seja alcançada, é de fundamental importância divulgar e apoiar a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), o Método Mãe Canguru (MMC), os Bancos de Leite Humano (BLH), a educação em aleitamento materno no pré-natal, as iniciativas de apoio à mulher durante o trabalho de parto, o Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno e as legislações nacionais relacionadas (Regulamentação da comercialização de alimentos para lactentes e crianças de primeira infância e também a de produtos de puericultura correlatos - Lei 11.265).

Fonte: Johnson & Johnson

3 comentários:

Meus amores disse...

Oi Clau.. sou super a favor da amamentação, mas tive pouquissimo leite e o Davi chorava de fome, amamantei ele até os tres meses e partir patra as fórmula...
Com o Pedro espero que seje diferente. Vamos torcer.
Beijos Vanessa

Samantha Shiraishi disse...

Claudia,
já inclui o nome de vocês, obrigado por avisar e pelo link do desabafo no seu blogroll.
Estou visitando as participantes da blogagem coletiva da Denise, da qual também orgulhosamente participo. E fiquei contente por conhecer seu blog, vou voltar.
Abraços.

luma disse...

Claudia, é impressionante o número de morte de crianças e como é fácil a prevenção. Basta que essas mulheres sejam mais desejosas de informações e amor pelas suas crias. Boa blogagem! Beijus